“Pai da América”, comediante norte-americano Bill Cosby é condenado por assédio sexual

Bill Cosby, que foi um dos primeiros comediantes negros a ter um programa, o The Cosby Show, foi condenado na Pensilvânia (EUA) por causa da denúncia de ter drogado e assediado uma mulher no ano de 2004. Estando com 80 anos, o comediante pode ter até 30 anos de sentença, cabendo destacar que essa condenação é emblemática: desde que começou o movimento Me Too, de cunho9 feminista, essa foi a primeira vez que se tem uma pessoa famosa sendo julgada.

Andrea Constand, que foi a mulher drogada e assediada, não é a única: existem outras 49 mulheres que dizem ter sido assediadas ou estupradas por Cosby, inclusive durante o período do The Cosby Show. Uma das denunciantes era uma atriz desse programa e disse, em seus depoimentos, que tinha o comediante como uma figura paterna antes disso acontecer.

Infelizmente, essas outras denúncias não puderam ser levadas adiante porque são consideradas antigas demais para existir julgamento. O ocorrido com Andrea, no ano de 2004, acabou por ser uma esperança para tantas mulheres que desejassem que ele fosse condenado.

Esse não é o primeiro julgamento

Bill Cosby já tinha passado por um julgamento exatamente pelas denúncias de Andrea no ano passado. Porém, os jurados ficaram em um impasse e não puderam dizer se o comediante tinha ou não abusado da denunciante. O júri de agora, que foi composto por 5 mulheres e por 7 homens e que o condenou de modo unânime, não foi o mesmo de 2017.

A promotoria da Pensilvânia também contou com outras cinco mulheres para serem testemunhas e todas elas disseram que foram assediadas. Certamente, as provas e também os depoimentos foram altamente consistentes, já que o julgamento todo durou somente 15 dias.

Fiança

No momento, Cosby não está preso porque foi concedida a ele uma fiança, que foi declarada em $1.000.000,00; contudo, ele utiliza sistema de GPS, que é igual à tornozeleira eletrônica. Será permitido que ele saia somente se for para falar com os seus advogados ou para ir ao médico.

Para que os riscos de fuga fossem reduzidos, o comediante precisou entregar o passaporte e a preocupação foi expressa pelos procuradores norte-americanos: na realidade, eles chegaram a pedir que não se desse fiança a ele, coisa com a qual o juiz responsável não concordou. Enquanto a defesa de Bill Cosby garante que vai recorrer, a Justiça da Pensilvânia prepara a sentença definitiva.

A trajetória do condenado

Observando como esse homem passou a ser detestado nacionalmente, é difícil imaginar o respeito que ele tinha de todos os artistas e também dos telespectadores. O seu The Cosby Show, que surgiu na década de 60 e ficou quase 20 anos no ar, foi um marco por modificar a forma como os negros eram vistos: no programa, eles eram carismáticos e com grande inteligência, exatamente como são no cotidiano e muitas pessoas preconceituosas não veem.

Porém, sua carreira não foi de um programa só. Na realidade, ele também teve ótima atuação em filmes da década de 70, especialmente Emergência Maluca. Mesmo como um bom ator de cinema, o seu maior sucesso era mesmo o seu programa televisivo e o sonho de muitos atores iniciantes era exatamente participar do The Cosby Show.

Ele também fez muitos álbuns de vinil dedicados à comédia e que eram conhecidos pelo seu teor às vezes pesado. O primeiro deles começou a ser vendido no ano de 1963 e se chamava “Bill Cosby is a very funny fellow… right!”, enquanto o último a ser produzido é de 1991 e se chamava “Oh, Baby!”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *