Politica

#Dia30PeloBrasil Brasileiros devem ir às ruas contra o Congresso

Últimas ações de Senadores e Deputados barram promessas de campanha do Governo.

manifestacao #Dia30PeloBrasil

No próximo dia 30 de junho de 2019 diversos brasileiros devem ir às ruas para tentar pressionar o Congresso Nacional a mudar a maneira como vem lidando com as promessas de campanha de Jair Bolsonaro, onde grande parte das medidas provisórias (MP), são rejeitadas e há grandes dificuldades principalmente com relação à Reforma da Previdência.

Uma grande massa de brasileiros já está subindo a hashtag #Dia30PeloBrasil no Twitter e o principal objetivo é a realização de uma manifestação pacífica, exigindo que os deputados possam reavaliar seus votos para importantes decisões, principalmente econômicas com relação ao país.

Segundo alguns manifestantes, o Congresso já articula minar a reforma da Previdência e limitar todas as MPs da presidência. Nesta semana o Senado aprovou um projeto onde é preciso que todas as indicações do presidente para cargos nas Agências Reguladoras, devem ser aprovadas primeiramente pelo Senado e só então empossado pelo presidente.

Bolsonaro neste sábado em entrevista para alguns jornalistas após realizar exames no Palácio do Planalto, disse que o Congresso está querendo transforma-lo na “Rainha da Inglaterra”, citando que ele foi eleito, mas que não está podendo governar.

Ele ainda fala que nos últimos dias derrubaram questões importantes para a nação, como o projeto da liberação de armas para brasileiros que estejam capacitados, onde esta era uma das principais promessas de campanha, mas que dependia da aprovação dos deputados e senadores.

No próximo dia 30/06 (#Dia30PeloBrasil) manifestantes ainda deverão pedir a aprovação do pacote Anti Crime, a CPI Lava Toga e os atos também são em apoio a Lava Jato.

Lava Jato

Recentemente diversas mensagens roubadas do celular do atual Ministro da Justiça, Sérgio Moro, e de promotores da Lava Jato foram divulgadas no site The Intercept, onde houve a necessidade de Moro ir até o Senado para dar explicações sobre o caso.

Nele, Moro articula com os promotores, uma possível ação sobre o depoimento de Luiz Inácio Lula da Silva, atualmente preso em Curitiba.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top