Notícias

Para conter manchas de óleo no nordeste, Exército é enviado até a região

Militares foram enviados até praias do nordeste para ajudar voluntários em limpeza.

militares limpeza praias do nordeste

A partir desta terça-feira (22/10) diversos militares do Exército brasileiro estarão presentes no nordeste com o intuito de ajudar os voluntários na limpeza das praias que estão sujas com óleo.

Diversas praias do litoral pernambucano foram atingidas por uma grande quantidade de óleo, o que vem prejudicando a natureza local e também o próprio turismo. Muitos voluntários lutam para limpar a região, mas a quantidade de dejetos é grande, onde a presença dos militares poderá avançar ainda mais a limpeza.

O reforço do Exército foi anunciado pelo vice-presidente Hamilton Mourão. Na manhã desta terça, além dos militares havia também tratores, jipes e a distribuição de luvas para o manuseio do óleo.

São esperados 5 mil militares na região.

Desde a última quinta-feira (17/10), voluntários se encontram na região para tirar o material da areia, água e dos mangues.

Meio Ambiente

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, também está presente na região, visitando os pontos mais atingidos e determinando quais são as atitudes corretas com relação a este problema, principalmente nas praias de Cabo de Santo Agostinho:

“Estamos vendo aqui hoje um efetivo expressivo. Todas as medidas foram tomadas, estamos aqui num esforço conjunto, todos aqueles dispostos efetivamente a trabalhar para retirar esse óleo…”

Óleo da Venezuela

As investigações sobre a origem do óleo derramado na orla brasileira segue, mas até o momento o que se sabe é que o óleo é de origem venezuelana. Porém não se sabe se houve o derramamento de forma intencional ou como aconteceu para que ele chegasse até ali.

A Marinha e a Polícia Federal estão realizando as investigações e a única atitude que pode ser feita por outras organizações governamentais é a realização da limpeza das praias.

Salários de militares devem subir drasticamente após Reforma da Previdência.

Praias sujas

Cabo de Santo Agostinho foi bem atingido e segundo a Prefeitura as praias de Paiva, Xaréu e Itapuama ainda contam com resquícios de óleo. O trecho mais crítico é próximo à Pedra do Xáreu, já que o óleo está colado nas pedras desta região.

Além da limpeza de voluntários, a presença dos militares, a prefeitura vem tentando formas de adquirir novos EPIs para distribuir aos voluntários e que eles estejam protegidos contra problemas. É preciso que para o manuseio do óleo o cidadão esteja ao menos com luva e máscara.

Quem chegar sem os EPIs lá para ajudar, deverá receber o equipamento necessário.

Já foram recolhidos mais de 257 toneladas de óleo nas praias de Pernambuco, onde as principais regiões atingidas foram São José da Coroa Grande, Barreiros, Sirinhaém, Tamandaré, Rio Formoso, Cabo de Santo Agostinho e Ipojuca, onde fica localizado Porto de Galinhas.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top