Notícias

Ministério Público emite mandado de prisão para Garotinho e Rosinha do RJ

Casal de ex governadores do Rio de Janeiro são alvos de prisão por esquema de corrupção.

A 2ª Vara Criminal da Comarca de Campos dos Goytacazes, no norte do Rio de Janeiro, emitiu mandados de prisão contra os ex-governadores Anthony Garotinho e Rosinha Matheus, na manhã desta terça-feira (03/09).

Além do casal, outras três pessoas podem fazer parte de um forte esquema de superfaturamento em contratos que foram celebrados entre a prefeitura de Campos dos Goytacazes e a construtora Odebrecht.

Serão cumpridos mandados de prisão e de busca e apreensão também contra Ângelo Alvarenga Cardoso Gomes, Sérgio dos Santos Barcelos e Gabriela Trindade Quintanilha, através do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro e a Coordenadoria de Segurança e Inteligência (CSI/MPRJ).

Operação Secretum Domus

O MP batizou esta operação de Secretum Domus. A ação foi realizada a partir das investigações sobre superfaturamento nos contratos celebrados entre Campos e a construtora Odebrecht, que visava a construção de casas populares através dos programas sociais “Morar Feliz I e Morar Feliz II”.

A construção ocorreu durante os dois mandatos de Rosinha Garotinho, quando era prefeita entre 2009 e 2016.

Todo o esquema foi interligado após as últimas declarações de dois executivos da Odebrecht no Ministério Público Federal. Os executivos fazem parte de um esquema de colaboração dentro da Operação Lava Jato. Seus nomes são Leandro Andrade Azevedo e Benedicto Barbosa da Silva Junior, que também são denunciados dentro da operação, mas que deram detalhes sobre o esquema.

Assim todos os mandados estão sendo cumpridos na capital Rio de Janeiro e em Campos dos Goytacazes.

Dentro da operação Secretum Domus foram identificadas licitações que ultrapassam os valores de R$ 1 bilhão. Os desvios foram realizados através dos cofres públicos de Goytacazes. O Ministério informou que para garantir o dinheiro, as obras eram superfaturadas e havia o pagamento frequente de dinheiro em espécie para Garotinho e Rosinha Matheus.

Jair Bolsonaro defende o combate às indicações políticas tanto quanto à corrupção.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top