Notícias

Mano Menezes mantém escrita no comando do Cruzeiro

Raposa segue sem nunca ter sido eliminada em casa na Copa do Brasil com o treinador

Foi suado, mas o Cruzeiro conseguiu avançar para as quartas de final da Copa do Brasil – pela quarta vez consecutiva – no confronto diante do Fluminense. A decisão terminou nas penalidades, depois de empate em 2 a 2 no tempo normal. Pedro Rocha, Sassá e Thiago Neves marcaram para a Raposa, com Lucas Silva e Romero desperdiçando. Pelo lado carioca só Caio Henrique fez e Paulo Henrique Ganso, Gilberto e João Pedro perderam.

SEGUE A ESCRITA

Desde 2016, quando Mano Menezes comandou o Cruzeiro pela primeira vez, o time não é eliminado em casa em mata-matas da Copa do Brasil. Foram 12 as vezes em que a Raposa decidiu a vaga como mandante – cinco vitórias, cinco empates e duas derrotas. Os reveses ocorreram depois da equipe obter vantagem no jogo de ida como visitante.

Confira as outras 11 decisões:

Ano Partida Fase
2016 Cruzeiro 1 x 0 Botafogo oitavas de final
2016 Cruzeiro 4 x 2 Corinthians quartas de final
2017 Cruzeiro 6 x 0 São Francisco-PA segunda fase
2017 Cruzeiro 3 x 0 Murici-AL terceira fase
2017 Cruzeiro 1 x 2 São Paulo quarta fase
2017 Cruzeiro 1 x 1 Palmeiras quartas de final
2017 Cruzeiro 1 (3) x (2) 0 Grêmio semifinal
2017 Cruzeiro 0 (5) x (3) 0 Flamengo final
2018 Cruzeiro 1 x 1 Athlético-PR oitavas de final
2018 Cruzeiro 1 (3) x (0) 2 Santos quartas de final
2018 Cruzeiro 1 x 1 Palmeiras semifinal

ÚLTIMA VEZ FOI EM 2015

O Cruzeiro foi eliminado pela última vez decidindo um mata-mata como mandante na Copa do Brasil em 2015, com o técnico Vanderlei Luxemburgo, e para o Palmeiras ao perder por 3 a 2 no Mineirão.

PAREDÃO FÁBIO

Com a camisa do Cruzeiro, Fábio já defendeu 28 penalidades – 20 no tempo normal e oito em penalidades alternadas – e venceu as últimas cinco disputa de pênaltis. Contra o Fluminense, ele defendeu a cobrança do jovem atacante João Pedro.

SEGUE O JEJUM

Mesmo com a classificação garantida, além do prêmio de R$ 3,15 milhões, o Cruzeiro aumentou a sua série sem vitórias na temporada para sete partidas, pior sequência da era Mano Menezes na Raposa (três empates e quatro derrotas).

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top