Notícias

Lamsa retorna cobrança na Linha Amarela do Rio mesmo com ordem de Crivella

A partir deste domingo a cobrança de pedágio volta a acontecer nos dois sentidos.

pedagio linha amarela lamsa cobrancas

A briga entre a prefeitura do Rio de Janeiro e a empresa responsável pelo pedágio da Linha Amarela, continua. Diante de uma liminar, a Lamsa, empresa responsável, iniciou novamente a cobrança nas duas direções da pista.

Crivella havia mandado derrubar as cabines do pedágio com retroescavadeiras na última semana. Isso porque ele havia determinado a suspensão da concessão e a cobrança continuava sendo feita nos últimos dias de outubro.

A suspensão foi derrubada graças a uma liminar que foi contra Câmara dos Vereadores, que por unanimidade havia aprovado o fim da concessão, mas que a Lamsa através da juíza Regina Lúcia Chuquer, da 6ª Vara de Fazenda Pública, conseguiu reverter o caso.

A juíza determinou que Crivella não pode retomar o pedágio para a prefeitura do Rio, sem que haja um processo administrativo e um processo indenizatório à concessionária.

Protestos

O feriado foi tumultuado na região. Houve um protesto na Praça do Pedágio da Linha Amarela com aproximadamente 80 veículos, dentre os quais haviam também carros de som. O comboio seguiu viagem e os funcionários foram obrigados a abrir as cancelas no sentido Barra Fundão.

Toda a multidão foi dispersada logo em seguida pela Polícia Militar.

No decorrer desta semana, novos protestos devem ocorrer em ambos os sentidos da via controlada pela Lamsa.

Lava Jato e Rio de Janeiro: ex-secretário de Segurança do Estado também teria recebido dinheiro.

Nova discussão

Neste próximo dia 05 de novembro haverá uma nova discussão na Câmara dos Vereadores. O projeto deve ser discutido e a esperança é que o acordo traga benefícios à ambos.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top