Notícias

Estados Unidos atacam online a rede elétrica da Rússia

A guerra fria digital vem se tornando cada vez mais intensa entre Washington e Moscou.

donald trump putin guerra eletrica

Parece uma história de ficção científica, mas recentemente os Estados Unidos estão intensificando as incursões digitais na rede elétrica da Rússia, em uma demonstração de como o governo de Donald Trump está extremamente avançado quando o assunto é a implementação de ferramentas cibernéticas de forma mais agressiva.

Esta é uma forma que o governo americano está usando para advertir e demonstrar superioridade mediante o presidente russo Vladimir V. Putin. Nos últimos três meses as autoridades estão aplicando um código de computador dentro da grade russa, além de outros alvos, como uma forma pública de ataque às unidades de desinformação e aos hackers russos, diante das acusações durante as eleições de 2018.

Segundo o Departamento de Segurança Interna e do F.B.I, esta é uma resposta um pouco atrasada à Rússia, pois segundo eles a anos o país de Putin já havia inserido um malware capaz de sabotar os oleodutos, gasodutos, estações de tratamento de água e até mesmo as usinas de energia dos Estados Unidos, para caso houvesse um conflito mais rígido com os americanos.

Este com toda certeza é o início de uma Guerra Fria digital entre Moscou e Washington.

Como estão sendo feitos os ataques?

O governo americano não descreveu quais ações estão sendo tomadas sob o novo comando de Trump. Mas tudo está sendo operado entre a Casa Branca e o braço do Pentágono que é responsável pelas operações defensivas e ofensivas na grande rede mundial de computadores, o Cyber Command dos Estados Unidos.

Porém em um comunicado na última terça-feira, John R. Bolton, atual conselheiro de segurança nacional de Trump, disse que os Estados Unidos estão adotando uma visão ampla de futuros alvos digitais, para dar uma resposta à Rússia ou a qualquer outro país do mundo, que ao mínimo sinal de um ataque contra os americanos, o país responsável irá pagar o preço pelo cyber ataque.

Principal alvo de testes

O “campo de batalha” desta guerra fria cibernética vem sendo as redes elétricas. E apesar disto parecer algo novo, é algo que já possui anos de batalha. Informações relatam que desde 2012 os Estados Unidos chegaram a implementar sondas de reconhecimento na rede elétrica russa, sob os sistemas de controle, garantindo o total contra ataque em uma eventual guerra no futuro.

Porém o que estava relativamente “calmo” agora está se tornando mais agressivo. As autoridades americanos estão dizendo que foi colocado um malware dentro do sistema russo que é capaz de deixar grande parte da Rússia em total escuridão.

Mas até o momento esta é uma estratégia de defesa, servindo apenas de aviso para as autoridades russas.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top