Notícias

Dívida de 69 milhões à Receita Federal é a nova polêmica de Neymar

Jogador teve 36 imóveis bloqueados pela justiça brasileira por sonegação de impostos.

bloqueio bens neymar

2019 com certeza não está sendo um ano fácil para Neymar Jr. O atacante da Seleção Brasileira vem vivendo diversas polêmicas dentro e fora de campo nos últimos dias.

Só este ano o jogador se envolveu em uma briga com um torcedor na França, o que resultou na retirada da faixa de capitão. Logo em seguida foi acusado de um crime gravíssimo por Najila Trindade, onde diz ter sido estuprada. E agora Neymar teve 36 imóveis bloqueados pela justiça, que estão relacionados com um processo de sonegação fiscal.

Segundo informações da imprensa nacional, os imóveis bloqueados em seu nome, nome de suas empresas e também de membros de sua família, são em decorrência de uma dívida que chega em 69 milhões de reais.

Bloqueio de bens de Neymar

Até que o processo seja finalizado, Neymar JR não poderá vender os 36 imóveis, mas poderá continuar usando-os normalmente. Entre eles estão duas mansões no condomínio de luxo Jardim Acapulco, que está localizado no Guarujá. Elas contam com 3 mil metros quadrados de área e uma faz divisa com a outra.

Estes dois imóveis de luxo foram adquiridos em 2011 pela família do jogador por 7 milhões de reais, mas na avaliação de hoje já passam dos 14 milhões.

Outros imóveis bloqueados estão localizados em Praia Grande (SP), São Paulo (Capital), Santos (SP), Itapema (SC) e em São Vicente (SP).

A Receita Federal está cobrando impostos que não foram pagos na transferência de Neymar do Santos para o Barcelona em 2013. O Barcelona chegou a pagar 40 milhões de euros para uma das empresas do pai de Neymar entre os anos de 2011 e 2013.

A transferência e o dinheiro eram legais, o problema estava na alíquota do Imposto de Renda, pois há uma diferença entre Pessoa Física e Pessoa Jurídica, onde empresas acabam pagando 17% de tributos sobre os rendimentos e o cidadão 27,5% de tributo. Neste caso os valores se enquadravam na pessoa física de Neymar.

A autuação ocorreu em 2015, em valores de 188 milhões de reais, dos quais 95 milhões eram de multa de ofício, 19 milhões de multa isolada, 10 milhões de juros e 64 milhões em tributação.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top