News

Armas usadas em ataque contra Arábia Saudita são de fabricação iraniana

País árabe afirma que armas usadas em ataques do último final de semana, foram feitas no Irã.

arabia saudita estados unidos guerra com ira

Muito próximo de instaurar mais uma guerra no oriente, a Arábia Saudita, que teve suas bases de refinamento de petróleo atacadas no último final de semana por drones, afirmou que as armas usadas são de fabricação iraniana.

O relato aconteceu nesta última segunda-feira (16/09), feito pela coalizão liderada pelo governo da Arábia Saudita no Iêmen. Segundo eles as armas do ataque as instalações da Aramco, foram fabricadas no Irã.

Não é possível saber se esta afirmação está sendo feita em conjunto com os Estados Unidos, mas o Irã nega qualquer participação no ataque.

Gasolina deve subir muito nos próximos dias!

Destruição na Arábia Saudita

O ataque de drones fez com que o petróleo produzido no mundo fosse bem reduzido nesta semana, já que somente a base de Aramco era responsável por 5% de toda a produção mundial. Os ataques aqueceram ainda mais uma possível guerra entre o Irã e os Estados Unidos.

Um busca motivo para uma ofensiva militar com o outro desde o início de 2019.

O porta-voz Turki al-Maliki, coronel em Riad, na Arábia Saudita, informou que as investigações seguem, mas que todos os fatos apurados até o momento levam a um só culpado, o Irã. Militares investigam a origem dos disparos e podem ter uma resposta mais conclusiva nos próximos dias.

Diversas autoridades do Kuwait também iniciaram suas investigações, pois um drone acabou invadindo seu espaço aéreo no último final de semana, chegando a sobrevoar o palácio do Emir Kuwaitiano.

Autores do ataque contra Aramco

Até o momento o grupo de rebeldes housthis, xiitas do Iêmen e que são apoiados pelo Irã, reivindicaram os ataques contra a petroleira. Mas mesmo diante as afirmações, todo o caso segue em investigação.

Trump se manifestou sobre o caso, dizendo que ao que tudo indica “parece” que o Irã é realmente o responsável pelos ataques e que está ao lado da Arábia Saudita para o que for necessário. Mas disse que gostaria de evitar uma possível guerra com o regime de Teerã.

O maior exportador de petróleo do mundo

A Arábia Saudita é nada menos do que a maior exportadora de petróleo do mundo, sendo extremamente importante para a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep).

Diante do ataque, a produção acabou sendo reduzida pela metade, colocando os preços nas alturas no início desta semana.

O Secretário de Defesa americano, Mark Esper, disse que os Estados Unidos irá defender a ordem mundial que está sendo comprometida pelo Irã. Em uma declaração ele disse:

“Os militares dos Estados Unidos estão trabalhando com nossos parceiros para fazer frente a este ataque sem precedentes e para defender a ordem internacional, com base em um sistema de regras, contra a tentativa de debilitá-lo” por parte do Irã.

O caso está longe de terminar e o clima de tensão na região é grande.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top