Famosos

Morte DJ Sueco AVICII Choca Fãs

A sexta-feira (20) trouxe uma notícia bastante triste, especialmente para quem aprecia música eletrônica: o DJ sueco Avicii faleceu no Oriente Médio, na região de Omã. Ele tinha somente 28 anos e, apesar de ainda não se ter a divulgação de qual foi a causa da morte, muitos dos seus admiradores mencionaram que ele, conhecidamente, tinha depressão.

Além das possíveis especulações, os fatos concretos são que ele foi encontrado já morto e que seu falecimento já é considerado uma das piores perdas para a música eletrônica. Seu nome real ela Tim Berling e ele tinha somente dois álbuns lançados: mesmo com uma discografia curta, havia vários sucessos, com Wake Me Up sendo o principal deles. Outras músicas de muita repercussão foram I Could Be The One, Levels, Hey Brother e também Waiting For Love.

Quadro depressivo

Além dos problemas depressivos, o DJ já tinha sido claro com relação a não se sentir muito bem em apresentações ao vivo devido a essa exposição não fazer parte da sua personalidade. De fato, ele tinha comunicado, em 2016, que não realizaria mais turnês, ficando apenas com a produção em estúdio. De acordo com o próprio DJ na época, ele sempre teve como característica ser introspectivo e o fato de ele ter de se expor fazia com que houvesse muita “energia negativa”.

Também existia muito consumo de álcool envolvido: apesar de uma gama grande de artistas costumarem exagerar na bebida, é possível que Avicii tivesse aumentado essa quantidade por causa exatamente da “energia negativa” que tomava conta dele quando era preciso apresentar-se ao vivo.

No ano de 2014, ele teve problemas relacionados a crises de pancreatite que fizeram com que ele fosse internado duas vezes, além de ter de cancelar as suas apresentações. As pessoas que acompanhavam seu trabalho ficaram verdadeiramente assustadas, especialmente com a sua aparência: as fotos daquele período mostram o DJ bastante magro.  Os médicos recomendaram que sua vesícula fosse tirada e, no ano de 2015, ele retomou suas aparições públicas, estando com mais peso e sem a aparência abatida.

Um pouco após ele ter decidido que não faria mais turnês, ele disse em uma entrevista que foi uma decisão altamente difícil, mas que tinha proporcionado muita felicidade a ele porque era possível focar em suas próprias necessidades. Além disso, ele não precisava expor-se tanto e isso fazia com que ele tivesse novamente um cotidiano privado.

Comoção

Muitas pessoas publicaram como sentiam muito pela perda de Avicii e como as suas canções tinham colaborado em questões depressivas, com destaque para Wake Me Up: muitos dos internautas citaram essa música como uma fonte de força para eles. Ela chegou às rádios no ano de 2013 e ficou dentre as mais reproduzidas. Uma das frases mais fortes que essa música tem é “Todo este tempo eu estava procurando por mim mesmo. E não sabia que eu estava perdido”.

Outros hits importantes

Uma das músicas que mais fizeram com que Avicii fosse reconhecido é a Levels: ela quase não tem nada falado, sendo em sua maior parte instrumental. Tocando muito nas rádios, ela surgiu em 2011 e ainda é uma das que mais são reproduzidas nas festas de música eletrônica. Uma observação fundamental é que são 300.000.000 de visualizações de seu vídeo.

A canção Waiting For Love foi a que apresentou seu novo CD aos fãs, no ano de 2015. Quem canta nela é John Legend e existe uma parte emblemática: “Para cada sonhador, um sonho – somos imparáveis. Com algo para se acreditar”. Já em I Could Be The One, os seus vocais são de Nicky Romero.

Formada em Comunicação Social – Jornalismo. Já teve passagem pela Câmara dos Deputados, atuando como assessora de imprensa e produzindo matérias jornalísticas sobre política.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popular

To Top