Famosos

Marcela Monteiro comenta título de embaixadora no Ronald McDonald

Apresentadora foi nomeada embaixadora de comunicação do instituto

A apresentadora Marcela Monteiro, no ar como repórter do programa global ‘É de Casa’, é a mais nova embaixadora de comunicação do Instituto Ronald McDonald, que auxilia crianças e adolescentes com câncer. Com um envolvimento antigo com a instituição – a jornalista era uma das voluntárias da Casa Ronald McDonald, onde prestava apoio aos pacientes em tratamento –, agora, em sua nova função, Marcela divulgará o trabalho feito pela organização, e buscará novas formas da sociedade contribuir com a causa. Para começar, nesta quarta-feira (15), Marcela recebeu o título e inicia seu legado promovendo um bate-papo com Malu Mader e Luiza Valdetaro, sobre superação, carreira e família. Também estiveram no evento o superintendente do Instituto, Francisco Neves, e sua mulher Sonia Neves, presidente da organização, de quem Marcela recebeu o certificado de embaixadora.

Como foi seu início como apresentadora?

A primeira oportunidade que tive como apresentadora foi na Rede Vanguarda, afiliada da Rede Globo! Na época, eu tinha enviado currículo para a área de jornalismo e o Boni, gênio da comunicação com quem eu tive o privilégio de trabalhar, foi que teve a ideia de eu fazer um teste para a área de entretenimento também!! Imagina?!! O Boni falou, a gente diz Amém, né?!! rs! Eu aceitei na hora! Fui para São José do Campos fazer o teste e quando cheguei lá a chefe estava em um encontro da Globo e eu fui recebida pela equipe de entretenimento! Acabei passando para apresentar o Vanguarda Mix (programa da região), e fiquei lá por dois anos! Voltei para o Rio para cobrir férias de uma repórter no Mais Você e pouco tempo depois me convidaram para fazer parte do grupo dos apresentadores do Vídeo Show! E assim fui construindo minha caminhada! Agora me reinventando no É de Casa!

Recentemente você foi escolhida como embaixadora de comunicação do Instituto Ronald McDonald. Como foi receber esse título e qual a importância de estar nesse projeto?

Foi uma honra! Tenho uma história bonita com o Instituto Ronald McDonald! Fui voluntária da Casa durante anos, tive que “suspender” minhas atividades lá só porque fui morar no interior de São Paulo para apresentar o “Vanguarda Mix” e aí não conseguia mais estar no Rio de Janeiro durante a semana! Quando nos reencontramos e eu recebi o convite não pensei duas vezes! O trabalho deles melhora o índice de cura de crianças e adolescente com câncer no país, e é comprovado isso! São ações que auxiliam não só no tratamento propriamente dito, tem um acompanhamento digamos “holístico” (uma vez que envolve áreas sociais, educacionais, psicológicas…) durante e depois! É tão importante! Tão necessário! Quero poder divulgar, dar voz a esse projeto para a gente seguir crescendo, agregando parceiros e espalhando amor por aí!

Foto: Sergio Baia

Quais são suas expectativas para iniciar nessa nova função do projeto?

As melhores possíveis! Eu quero poder fazer a diferença para essas crianças e esses adolescentes! Tem paciente que não resiste porque não tem dinheiro para o transporte até o hospital! Ou não tem uma estrutura familiar capaz de seguir todas as etapas do tratamento! Lembrando que estamos falando de um tratamento geralmente longo…são muitas idas e vindas ao hospital! A Casa Ronald existe para melhorar essas questões todas! Ela oferece não só um lugar mais próximo para os pacientes e seus responsáveis ficarem durante o processo de cura, como transporte, alimentação, acompanhamento! Então quero fazer a minha parte também! Falando sobre o assunto! Pensando maneiras de melhorar o dia a dia desses pacientes! Estando presente! Apoiando a luta!

Sobre o “É de Casa”, pode nos contar um pouco sobre sua experiência no programa?

Está sendo uma experiência maravilhosa! Diferente! Desafiadora! Tem o “ao vivo” que eu adoro! E as matérias que acabam me levando a lugares que eu não ia tanto com o Vídeo Show, por exemplo! Isso porque o público é diferente, os temas das pautas são diferentes, e isso só me agrega como profissional.

Deixe uma mensagem.

Obrigada pelo espaço, Luca! De coração! E como muitos jovens me perguntam a todo momento sobre a carreira, sobre as dificuldades e alegrias (rs) eu quero deixar registrado aqui que é possível sim! Que não tem nada mais satisfatório do que se esforçar por um sonho e realizá-lo! Mesmo para quem não conhecia ninguém na área como eu! Não é fácil (para mim nunca foi)! Não é rápido! Mas é lindo! E vale a pena!

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top