Famosos

Carlinhos Silva, o “Mendigo do Pânico”, foi preso por não pagar pensão

Carlinhos Silva, famoso pelo personagem Mendigo no programa de televisão Pânico, teve sua prisão preventiva decretada pela Justiça pelo fato de não ter pagado a pensão alimentícia ao seu filho, Arthur Henrique. A dívida com a pensão alimentícia já estava acumulada há seis anos, conforme explica a sua ex-mulher e o artista começou a ser cobrado nesses últimos meses, porém chegou a falarr que preferiria ser preso do que ser obrigado a fornecer ajuda financeira para a criança.

Reprodução/F5 Celebridades

Foragido da polícia depois do decreto judicial, Carlinhos está com uma dívida de R$ 400 mil com o garoto, segundo informações obtidas com o jornalista Leo Dias, do Fofocalizando. Ao vivo no período da tarde, o humorista esboçou uma explicação dizendo que tentou fazer um acordo com Aline Hauck, a mãe de seu filho, ´porém não havia dado certo.

Conforme supostamente fala Carlinhos, a relação de pai e filho é quase nula porque, segundo a versão dele, Aline não o permite ver o garoto de 7 anos mesmo em datas especiais – como o Dia dos Pais, por exemplo. Segundo ele, a situação  é “uma humilhação” e salientou que o mais relevante para Arthur não são os recursos financeiros, e sim suas necessidades. Além disso, ele afirmou que não está foragido e que sua prisão só será efetuada depois das eleições.

Carlinhos também procurou desconstruir uma declaração dada pela ex-namorada nas redes sociais. Naquele período, Aline havia acusado o comediante de jamais ter pago pensão, o que ele nega veementemente. O último dinheiro pertinente ao acordo (R$ 2.500 mensais) enviado ao filho teria acontecido em janeiro, e, segundo a versão dada por ele, desde esse momento Carlinhos teria pedido dinheiro emprestado com amigos para tentar dar conta de suas obrigações. Isso porque o contrato dele com o programa Pânico havia sido rescindido no início do ano e ocasionado uma crise financeira para Carlos.

“Não tive um pai presente, e sempre quis ser tudo pro meu filho, mas não estou conseguindo. Acho que é um problema familiar meu e dela [Aline], e tudo isso veio à tona depois da entrevista que dei a um programa, mas foi tudo editado”, finaliza o artista.

O outro lado da história

Ainda ao vivo no programa vespertino do SBT, a advogada representante de Aline Houck, Fabiana Polly, negou a argumentação de Carlinhos. De acordo com ela, o ex integrante do Pânico não foi capaz de provar sua profunda e repentina mudança financeira decorrente da rescisão do contrato com o programa da Band, porém garante que a situação pode ser revertida.

A advogada declarou, também, que Aline jamais impediu o ex-namorado de ver o menino, e que ele não ia visitar o garoto “por livre e espontânea vontade”.

Durante uma entrevista ao Câmera Record no dia 23 de setembro, Carlinhos afirmou de maneira explícita que se recusa a pagar a pensão do garoto e que não tem medo de sofrer as consequências na Justiça.

“Se for pra ser preso, eu vou. Mas não vou mais pagar pensão pra não ver meu filho. Não tenho medo de cadeia. Criança virou um bem, virou um carro, se eu não pagar, eu não ando”, reclamou. Logo depois, emendou: “E mesmo se eu tivesse, eu não iria pagar. A não ser que ela pague o tempo que eu perdi com meu filho.”

Depois do assunto ter ganhado uma grande repercussão, Aline Hauck fez a publicação de alguns “prints” de mensagens que teria mandado para Carlinhos em suas redes sociais, sem falar do registro de determinados momentos como o dia no qual levou o seu filho para dar um bolo de aniversário para o pai.

“Ao contrário do que foi falado por ele mesmo no programa de televisão, que foram feitos vários boletins de ocorrência porque a mãe proibia a visitação do pai com o filho. Que Justiça é essa? Que nunca faz nada com essa mãe? Mentiroso!”, reclamou a mãe da criança.

Ela disse ainda: “Ai gente, seria tão bom se eu pudesse expor algumas coisas pra vocês. Aí vocês iam entender quem é quem. Mas tem muita coisa que eu não posso, meu filho não merece. Cada um lavando a sua roupa suja. Mas quem começou foi ele!”

A ex-namorada de Carlinhos ainda contou que o período que não recebe pensão é mais longo do que aquele alegado por ele: “A questão não é conseguir mais pagar. Nunca pagou. São seis anos na Justiça e eu não quis expor isso porque não quis expor meu filho. Dois anos aonde?”

“São seis anos sem pensão! (…) E dizer que ele paga pouco e que ro mais? Palhaçada! Cuidado com o que se fala, há consequências!”, escreveu ela.

 

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top