Esportes

Vice em 2018, Marília Ferreira já sonha com bicampeonato do Torneio CrossFit Brasil

O vice-campeonato conquistado com uma lesão no joelho que atrapalhou parte da preparação e limitou alguns movimentos foi bom. Entretanto, depois do título de 2017 a atleta Marília Ferreira, da equipe CrossFit Ribeirão Preto, já mira o bicampeonato do Torneio CrossFit Brasil em 2019.

Com o DNA do esporte correndo pelas veias, a filha de Lula Ferreira, hoje diretor do Franca Basquete, sofreu com uma inflamação no joelho que surgiu após a seletiva para o nacional, em abril. Por isso o sonho do bicampeonato ficou mais difícil na Arena Sorocaba. Mas ele continua vivo.

“Faria tudo de novo, porque é meu quinto ano no TCB e eu queria muito o bicampeonato, apesar de saber que seria algo complicado de alcançar pela minha realidade neste ano. Não me arrependo, foi ótimo. Espero agora me cuidar bem para voltar em 2019 ainda mais forte”, afirmou.

Foto: Ju Mingossi

Marília ainda revela que temeu até mesmo não conseguir participar do torneio e que precisou fazer o uso de medicamentos para poder competir em alto nível. Por isso ela valoriza muito a segunda colocação, conquistada com tanta dificuldade no último mês de setembro.

“Cada prova era um desafio a ser alcançado. Como não fiz vários movimentos durante minha preparação, a força de membros inferiores ficou comprometida. Enfrentei os desafios das provas com medo de que acontecesse algo com meu joelho. Também senti bastante a parte cardio, porque não treinei no nível que um campeonato nacional exigia”, explicou a atleta.

Neste ano foram 10 provas, sendo que a maioria exigiu força, como no levantamento de peso. A ginástica foi coadjuvante e o cardiovascular não foi crucial, apesar de ser exigido algumas vezes.

Foto: Ju Mingossi

“Tirei muitas lições, como ter paciência, saber lidar com frustrações e encará-las como uma fase. Temos que olhar e dar importância para outras coisas que também fazem parte da nossa vida. Foi muito suado estar no segundo lugar. Fico muito feliz de estar nessa posição, ao lado de atletas muito boas e dedicadas”, concluiu.

Além de Marília Ferreira, a CrossFit Ribeirão Preto teve mais quatro atletas. Comandada pelo coach Luiz Armando da Costa, a equipe conquistou o 14° lugar na Elite Masculina, com Evandro Barbosa, e o 46° com estreante Wellington Souza. Na Elite Feminina, a experiente Chris Schmitd ficou em 24° no seu último ano antes de se tornar master, enquanto Mariellen Ferreira foi a 33ª.

(Fotos: Ju Mingossi)

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top