Futebol

Torcedores do Flamengo processam o clube por venda de ingressos da Libertadores

Forma como ingressos da Libertadores estão sendo vendidos não tem agradado torcida.

torcedores do flamengo processam o flamengo

O Flamengo é a maior torcida do Brasil e só em 2019 já vendeu mais de um milhão de ingressos. Mas a forma como a venda de ingressos para a Libertadores contra o Grêmio, está deixando torcedores nervosos a ponto de processarem o clube do coração.

Para ter uma noção da grandeza do Flamengo com relação a torcida, 9 dos 10 maiores públicos que compareceram aos estádios no Brasil em 2019 é do time carioca. Outra marca importante é com o recorde de 150 mil inscritos no programa sócio-torcedor.

Josué Teixeira explica parceria do Americano com o Flamengo e vê vantagens para o clube.

Processos

Mas mesmo diante de bons números e resultados, muitos torcedores não estão satisfeitos e o clube vem sendo alvo de diversas ações judiciais relacionadas à prioridade na venda de ingressos. Muitos dos flamenguistas por conta deste problema estão ficando de fora da semifinal da Libertadores que acontece nos dias 02 e 23 de outubro de 2019 contra o Grêmio.

Ainda não houve um comunicado oficial de que os ingressos do jogo no Maracanã se esgotaram. Nesta semana foi divulgado que cerca de 50 mil ingressos já haviam sido comercializados.

Porém quem entra no site oficial do programa sócio-torcedor, pode observar que todos os setores do estádio estavam com os assentos esgotados. O problema é que esse esgotamento de ingresso aconteceu antes mesmo da data de abertura da venda para os planos “Amor, Raça e Onde Estiver”.

Os planos que foram anunciados em junho a todos os sócios e contavam com preços que variam entre R$ 300 e R$ 3 mil. Neles a propaganda dizia que tais torcedores teriam prioridade máxima com relação a compra de ingressos em jogos da Copa do Brasil e Libertadores. Então além dos 15 jogos do Brasileirão eles tiveram acesso a este benefício.

O problema está com os antigos sócios, visto que estes, mesmo com o longo período de fidelidade, não estão conseguindo comprar seus ingressos. Muitos deles já deram entrada na justiça do Rio de Janeiro.

Explicação do advogado

Um dos advogados que estão envolvidos no caso, Luis Felipe de Souza, que é membro da Comissão de Direito do Consumidor da Associação Brasileira dos Advogados do Rio de Janeiro (ABA-RJ), disse que eles estão tentando entender o porque do Flamengo lesionar seus antigos sócios desta maneira.

Quem faz parte do pacote “Raça”, deixa de ter prioridade 3 na compra de ingressos em decorrência dos novos planos, onde estes acabam se tornando mais importantes. Assim quem tinha prioridade 3, passa a ter 4. Se 40 mil pessoas comprarem o pacote para disputar estes ingressos, o que era disputado com outros 10 torcedores apenas, agora pela questão de prioridade, terão que disputar os ingressos com outros 40.

O Flamengo tem pouco tempo para tentar resolver a situação, ou estará diante de um mar de processos.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top