Esportes

Copa do Mundo com 48 equipes fica para os EUA em 2026, segundo a FIFA

Copa do Mundo de 2022 era cotada para sediar o primeiro mundial com 48 equipes, mas não foi aprovada.

copa do mundo 2026

Nesta semana a FIFA desistiu dos planos de seu presidente em expandir a Copa do Mundo de 2022 para 48 equipes. Após alguns meses de intensas discussões no alto escalão da FIFA, foi concluído que o Qatar não será capaz de sediar um torneio sozinho com 48 equipes mundiais. A expectativa do presidente era tanto que foi até cogitado a possibilidade de dividir o evento com os vizinhos nos emirados.

A ideia é boa, afinal quanto mais clubes mundiais, mais jogos e mais emoções, inclusive se a proposta de expansão do campeonato fosse apresentada pelo presidente da FIFA, Gianni Infantino, no congresso anual da organização que acontece em Paris, era bem provável que fosse aprovada pelo conselho.

Porém a ideia foi deixada de lado, pois há um bloqueio político e econômico no Qatar por parte de seus vizinhos, principalmente os Emirados Árabes Unidos e a Arábia Saudita. Estes bloqueios criaram diversos obstáculos que seriam muito complicados de reverter.

Sendo assim a Copa do Mundo de 2022 no Qatar permanece com 32 seleções.

Estudos e mais estudos

Foram feitos diversos estudos e conclusões sobre a viabilidade do aumento de equipes na Copa do Mundo, através do Conselho da FIFA e dos responsáveis pela organização no Catar. Foram exploradas em conjunto diversas possibilidades, mas após um processo de consulta preciso, abrangente e completo com o envolvimento de todas as partes relevantes e interessadas, ficou concluído que nas atuais circunstâncias a proposta não poderá ser feita agora.

A FIFA ainda relatou em seu último comunicado, que foram discutidas ideias com o Catar, onde se os requisitos exigidos pela organização fossem menores, se haveria a possibilidade do torneio com 48 equipes. Mas ambos concluíram que o impacto da decisão não poderia ser concluído a tempo da votação em Paris.

A FIFA revelou que fez uma análise interna sobre Bahrein, Arábia Saudita e os Emirados Árabes, responsáveis pelo bloqueio do Catar, não poderiam ser considerados co anfitriões.

Com isso nenhuma proposta neste sentido será apresentada no próximo congresso da FIFA em Paris, que acontece no próximo dia 05 de junho.

Primeira Copa do Mundo com 48 seleções

Com esta decisão sobre o Qatar, a FIFA garante que o plano de incluir 48 equipes em uma Copa do Mundo será na edição de 2026, que irá ocorrer nos Estados Unidos, Canadá e México.

Apesar da frustração, a equipe responsável pela organização da Copa no Catar está um pouco aliviada, pois foram investidos bilhões de dólares em infra estrutura, para que o evento seja um orgulho do país, como o primeiro no mundo árabe. E ter que dividir o trono não seria nada interessante.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top