Esportes

Bruno Brigido abre o jogo, cita dificuldades na carreira e sua admiração pelo goleiro Marcos

Em entrevista exclusiva para a reportagem do TV é Brasil, o goleiro Bruno Brigido, no Feirense-POR, revelou qual foi o arqueiro que mais se inspirou em sua carreira antes de se tornar um profissional em sua área.  Antes de se profissionalizar, o atleta explicou que sua maior admiração foi o Marcos por tudo que conquistou no Palmeiras e também com a Seleção Brasileira.

“Quando eu era mais novo eu sempre tive muita admiração pelo Marcos, goleiro do Palmeiras, não só pelo goleiro que era, não tive a oportunidade de conhecer pessoalmente e assisti alguns jogos, mas foi um cara que me espelhei bastante. Claro que hoje em dia mudou e mudou bastante a posição goleiro e a gente busca bastante exemplos pra seguir, mas minha grande de inspiração foi o Marcos quando iniciei minha carreira”, diz  Bruno Brigido para a reportagem.

Questionado sobre sua principal dificuldade na carreira, Bruno Brigido abriu o jogo e explicou qual foi a maior delas: “A maior dificuldade da minha carreira como goleiro foi ter paciência para esperar a oportunidade, o goleiro joga um pouco mais tarde e quando a gente é mais novo a gente não tem esse entendimento. Hoje com 27 anos, eu já sei bem o que é isso e então, não sofro com esse problema, porém, foi algo que eu sempre tive como dificuldade, entender e saber esperar”, completou.

Por fim, o arqueiro deixou claro que o seu momento chegaria com o tempo para se destacar: “Porém, a partir do momento que eu soube que o meu momento chegaria e trabalhando sério e forte e comecei a usar isso como aliado e sempre procurei ter esse momento de espera com os goleiros mais experientes que eu tive”, completou.

Antes de chegar ao Feirense-POR, o arqueiro atuou pelo Guarani, Coritiba, XV de Piracicaba, Coritiba e também pelo Criciúma. Na bagagem, Bruno Brigido já conquistou pelo Bugre um Campeonato Paulista pela Série A -2, um Paranaense pelo Coritiba em 2017 e também em 2013 pelo Criciúma um Campeonato Catarinense.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top