Educação

70% das universidades federais estão com nota máxima no MEC

notas melhores universidades do brasil

70% das universidades federais, ou seja, 7 a cada 10, estão com nota máxima no Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição (IGC), que é um indicador de qualidade proporcionado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), diretamente ligado ao MEC.

O desempenho destas universidades estão nas faixas 4 e 5 do IGC. Cada uma delas é avaliada com uma nota que vai de 1 a 5, onde baseia-se em dois critérios:

  • Nota da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) a cada um dos cursos de pós graduação;
  • E também a média dos cursos no Conceito Preliminar de Curso (CPC).

Ambas as avaliações são mensuradas pelo INEP.

Contratação de professores públicos sem concurso deve se tornar realidade.

Variáveis do CPC

Para definir a média do CPC a instituição é avaliada conforme as porcentagens das seguintes variáveis:

  • Até 20% com relação ao Conceito Enade;
  • Até 30% com relação a porcentagem de professores que tenham mestrado ou doutorado;
  • Até 15% sobre a percepção do estudante;
  • E até 35% com relação ao Indicador de Diferença entre os Desempenhos Observado e Esperado (IDD) que é responsável por medir a evolução de um aluno em relação a sua nota do Enem e Enade.

As universidades federais com nota máxima no Brasil

Foram 13 universidades federais que conseguiram nota 5 no IGC este ano. Entre elas estão:

  • O Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA);
  • Instituto Militar de Engenharia (IME);
  • Universidade de São Carlos;
  • Universidade de Viçosa;
  • UFPR, universidade do Paraná;
  • UFMG, universidade de Minas Gerais;
  • UFRS, universidade do Rio Grande do Sul;
  • UFSC, universidade de Santa Catarina;
  • UFRJ, universidade do Rio de Janeiro;
  • USP, universidade de São Paulo;
  • Universidade de Lavras;
  • Fundação de Ciências da Saúde de Porto Alegre;
  • E a Fundação de Ciências da Saúde do ABC.

Em um comparativo entre federais e universidades privadas, as federais obtiveram 24% das melhores notas, enquanto as privadas chegaram em 18%.

As notas do CPC apontam que 56,8% dos cursos oferecidos nas universidades federais contam com notas entre 4 e 5. Nos mesmos critérios, 18,4% dos cursos das privadas com fins lucrativos e 33,4% nos cursos sem fins lucrativos nestas mesmas universidades.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top