Economia

Prova de proficiência em português é feita no Brasil para estrangeiros

Teve início nesta semana, a aplicação das provas de proficiência Celpe -Bras para estrangeiros, de Língua Portuguesa. Os exames serão aplicados até sexta-feira (5).

De acordo com o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais), o Ministério da Educação, e o Ministério das Relações Exteriores, cerca de 7.448 pessoas foram inscritas a fim de testarem sua fluência na Língua Portuguesa, praticada no Brasil.

O número de estrangeiros inscritos na prova da Celpe – Bras, é menor desde o ano de 2011. Pela primeira vez em 20 anos, essa avaliação terá apenas uma etapa.

Detalhes das avaliações aplicadas

São cerca de 28 postos de aplicações das provas em todo o território nacional. E no exterior, os postos onde serão aplicadas as provas, são nos seguintes países: África do Sul, Alemanha, Angola, Argentina, Áustria, Bolívia, Cabo Verde;

Chile, China, Colômbia, Coreia do Sul, Costa Rica, El Salvador, Equador, Espanha, Estados Unidos, França, Guiana, Guiné Bissau, Itália, Japão, Líbano, México, Moçambique, Nicarágua, Nigéria, Paraguai;

Peru, Polônia, Reino Unido, República Dominicana, São Tomé e Príncipe, Suíça, Suriname, Uruguai e Venezuela. A prova do Celpe-Bras é dividida em duas etapas: uma parte oral e uma escrita.

A parte escrita é aplicada coletivamente, e teve início nessa segunda-feira. Já a parte oral será aplicada até sexta-feira desta semana, de acordo com o horário determinado para cada participante.

Medidores de resultados

Os resultados das provas, não têm como objetivo aprovar ou reprovar algum candidato. Apenas serão pontuadas as avaliações de acordo com o nível de proficiência:

– Nível avançado superior: pontuação de 4,26 a 5,00;

– Nível avançado: pontuação de 3,51 a 4,25;

– Nível intermediário superior: pontuação de 2,76 a 3,50;

– Nível intermediário: pontuação de 2,00 a 2,75;

– Sem certificação: pontuação de 0,00 a 1,99;

As provas do Celpe – Bras são aplicadas pelo Inep desde 2009, e nesses 20 anos, foram mais de 68 mil participantes. A taxa de inscrição média para os exames, são por volta de duzentos reais (moeda brasileira), e no exterior cerca de 100 dólares (equivalente a 370 reais).

O certificado de proficiência em língua portuguesa da Celpe – Bras, é exigido aos estrangeiros e reconhecido pelo governo brasileiro, para    ingressarem em cursos de graduação e pós-graduação, comprovando os seus conhecimentos no idioma brasileiro.

A Comissão para a Elaboração do Exame de Proficiência de Português, para Estrangeiros, foi oficialmente criada pelo MEC, em junho de 1993. A primeira reunião do Conselho, realizada em Brasília, definiu como seriam realizados os exames da prova.

A população alvo foi direcionada, bem como todas as questões que seriam avaliadas no exame. A necessidade de criação de um único exame padrão para selecionar os estudantes de intercâmbio, foi determinante para a efetivação do programa.

E a estudantes que se candidatam ao Programa de Estudantes-Convênio de Graduação, e ao Programa do MEC e do Ministério de Relações Exteriores, tanto em Universidades Brasileiras, como de países em desenvolvimento que têm acordos educacionais e culturais com o Brasil.

Responsável pela redação do portal TV é Brasil, trabalho com jornalismo desde 2005. Formação em Pedagogia

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top