Economia

Guerra comercial de Trump ameaça China e seus investidores

Batalha comercial entre Estados Unidos e China faz mercado financeiro despencar.

foto divulgacao eua china

Na manhã desta segunda-feira os mercados financeiros “acordaram” a todo vapor. Uma provável guerra comercial de proporções ainda maiores do que vimos nos últimos dias entre Estados Unidos e China, foi o principal motivo do mercado despencar em diversos setores.

Essa queda pode forçar Pequim a ter que tomar diversas decisões difíceis para que a economia chinesa não venha entrar em recessão.

O mercado ficou eufórico porque o presidente americano, Donald Trump, publicou em seu perfil oficial no Twitter duas frases sobre o fim do acordo comercial no próximo dia 10 de maio, sexta-feira. Ele cita que as negociações já duram 10 meses e que diversos produtos poderão ser taxados a partir da próxima semana.

No último domingo ele ameaçou impor outras tarifas sobre os produtos chineses, onde a única alternativa para Pequim é propor um novo acordo mais interessante. Com isso o vice-premier chinês, Liu He, deve viajar para Washington nesta semana, onde irá se encontrar com os principais negociadores comerciais nesta quarta para uma última rodada de negociações antes do acordo comercial.

No Twitter Trump fala sobre taxações

Um de seus tweets foram:

“…For 10 months, China has been paying Tariffs to the USA of 25% on 50 Billion Dollars of High Tech, and 10% on 200 Billion Dollars of other goods. These payments are partially responsible for our great economic results. The 10% will go up to 25% on Friday. 325 Billions Dollars…”

Por 10 meses, a China tem pago tarifas para os EUA de 25% sobre 50 bilhões de dólares de alta tecnologia e 10% sobre 200 bilhões de dólares de outras mercadorias. Esses pagamentos são parcialmente responsáveis por nossos excelentes resultados econômicos. Os 10% vão até 25% na sexta-feira. 325 bilhões de dólares ….

Por fim ele cita que o acordo comercial com a China continua, mas bem devagar, onde tentam ganhar tempo para poder renegociar. Quanto a isso digo NÃO.

trump guerra comercial china

@realDonaldTrump

Pequim

Até a última segunda feira, Liu He não tinha planos claros com relação as negociações. Mas em uma coletiva de imprensa, Geng Shuang, o porta voz do Ministério de Relações Exteriores da China, informou que uma grande equipe de negociadores chineses, juntamente com Liu, estão planejando esta viagem para Washington.

Portanto ainda esta semana teremos novidades que podem mudar o mercado financeiro Global.

Foto divulgação: Andy Wong

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top