Economia

Cooperação com OPEP está nos planos da Rússia para manter economia mundial

Putin pretende manter o mercado de petróleo equilibrado e negociações com a Opep é fundamental.

russia deve manter acordos com a opep

Vladimir Putin, presidente da Rússia, disse nesta quarta-feira (20/11) que os planos da Opep fazem parte dos planos da Rússia para manter o mercado de petróleo internacional equilibrado.

Putin informou que ambos contam com um objetivo em comum, onde Moscou irá continuar colaborando com o acordo mundial de restrições à oferta, para deixar o mercado previsível nos próximos anos.

No próximo dia 05 de dezembro, a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), deve se reunir em Viena. No mesmo encontro haverá conversas com outros exportadores, que fazem parte do grupo conhecido como Opep+.

Outros mercados de petróleo

Ainda nesta quarta-feira, o rei Salman da Arábia Saudita, informou também que a política de petróleo de seu reino, também tem por objetivo promover a estabilidade dos mercados internacionais de petróleo, tanto para produtores como para consumidores.

A Arábia Saudita pretende a partir do próximo dia 5 de dezembro, anunciar uma oferta pública inicial da Saudi Aramcon.

A Rússia em outubro acabou reduzindo a produção de petróleo de 11,25 milhões de barris de petróleo por dia, para 11,23 milhões no último mês de outubro. Porém a produção russa ainda está acima dos 11,18 milhões estabelecidos no acordo global.

Putin disse que esta diferença apesar do acordo de restrição, não quer dizer que Moscou pretenda ser o maior produtor mundial de petróleo, o posto continua com os Estados Unidos.

Banco Central da China deve intensificar suporte ao crédito.

A Rússia é uma potência no mercado global de energia, porém o seu maior impacto é com relação a outros produtos chaves no país. A não muito tempo atrás o país era o maior produtor de petróleo do mundo, mas este não é mais o objetivo hoje.

Neste ano a Rússia planeja fechar dia 31 de dezembro com no máximo 560 milhões de toneladas de petróleo, algo que pode chegar a no máximo 11,25 milhões de barris de petróleo por dia.

O ministro da Energia Alexander Novak, informou que o país pretende cumprir os acordos internacionais neste mês de novembro. A produção pode aumentar um pouco, pois depende da intensidade do inverno que se aproxima na região, onde é necessário produzir mais gás.

Acordo da Opep

A Rússia poderá até apoiar a Arábia Saudita, mas dificilmente irá diminuir sua produção anual para menos do que é hoje.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top