Blog

O mar, um importante elemento na história da humanidade

O mar sempre foi algo que fascinou os seres humanos. Dele, várias civilizações antigas tiraram seu sustento, construíram cidades que são relevantes até hoje e fizeram até mesmo um império – caso de Tonga, que dominou as milhares de ilhas localizadas na parte sul do oceano Pacífico e que teve alguns de seus povos chegando na Ilha da Páscoa, que hoje é de domínio do Chile.

Essa relação simbiótica acabou por gerar também uma fonte constante de inspiração cultural para as civilizações que tiveram o mar como um dos seus maiores recursos. Nem é preciso olhar longe para encontrar tal evidência, uma vez que temos Portugal logo ao nosso “lado”.

O país cujo domínio sobre a tecnologia marítima o lançou como uma das grandes potências dos séculos XV e XVI possui em seus registros culturais grandes obras que têm o mar como temática principal. Um dos exemplos mais renomados é a obra Os Lusíadas, de Luís Vaz de Camões, considerada a epopeia nacional de Portugal ao contar o sucesso do navegador e explorador Vasco da Gama em encontrar uma rota marítima rumo à tão desejada Índia.

O Brasil não fica atrás. A música popular brasileira é recheada de canções homenageando nosso vasto litoral e o mar em si, com Dorival Caymmi, Chico Buarque e muitos outros cantando sobre esse elemento tão importante e que tanto colabora com a composição do território nacional. A música mais popular nesse quesito talvez seja “Azul da cor do mar”, de Tim Maia, lançada em 1970 pelo cantor carioca, que também tem “Descobridor dos sete mares” entre seus hits.

Em tempos mais recentes, em que a tecnologia impera, o que vemos nesse sentido e em grande número é a quantidade de jogos que têm como temática a exploração marítima, isso graças às inovações tanto em hardware quanto em software dos nossos consoles e PCs. Jogos como Sea of Thieves e Assassin’s Creed 4 só são possíveis graças à capacidade das máquinas de “aguentar o tranco” de processar constantemente o fluxo das águas, reproduzindo, assim, a superfície marítima de forma mais fiel. Antes disso, apenas games mais estáticos, como o jogo de PC Monkey Island e o jogo de cassino online Age of the Gods: Ruler of the Seas eram possíveis de ser rodados e jogados em nossos aparelhos.

E, apesar dos nossos avanços tecnológicos, que influenciam também o campo logístico, o mar continua sendo algo de suma importância para a sociedade em geral. No âmbito estritamente econômico, ainda temos grande parte dos fretes sendo realizados pela via marítima, com portos mundo afora trabalhando praticamente 24 horas por dia para manter sempre ativa a rede de abastecimento de nossas lojas.

Ao mesmo tempo, o mar ainda é fonte de riqueza e de sustento para muitos. O petróleo, que impulsionou a criação de novas tecnologias, mercados e até o surgimento de novos países, tem boa parte de sua extração vinda do mar. E o mesmo vale para os peixes, que ainda são parte principal das cozinhas de muitos países costeiros, como o Chile e o Japão.

Assim, é de suma importância que continuemos a olhar e pensar no mar não só como uma mera vista de encher os olhos. Ele também tem um imenso valor econômico e provê muito para os seres humanos. Protegê-lo e respeitá-lo, portanto, é o que fará com que todo esse ciclo se mantenha vivo.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top