Blog

Informações sobre a Copa Davis 2020

O torneio internacional de tênis masculino, conhecido como Copa Davis, chega a sua 109ª edição. A taça dirigida pela Federação Internacional de Tênis (ITF), deve contar com a presença de 24 grupos dos mais variados países para disputar o campeonato.

A Taça Davis 2020 terá o seu início da fase classificatória no próximo dia 06 de março e se estende até o dia 07 de março de 2020.

Ela é jogada no sistema de eliminação direta, conhecido também como mata/mata, onde na fase de classificação 24 equipes disputam uma das 18 vagas da fase final.

O Brasil já tem seus adversários definidos para a primeira fase, onde enfrentarão os australianos Nick Kyrgios e Alex de Minaur.

A equipe brasileira poderá ser composta por Marcelo Melo, Bruno Soares, Thiago Monteiro, mas como a competição classifica o país, pode ser que os enviados para a Austrália, sejam outros até lá.

Grandes Nomes do Tênis irão participar

Os principais atletas do Tênis irão participar da Copa Davis no próximo ano. Todos eles estão em fase de treinamento árduo, para buscar aprimorar as principais qualidades de um jogador que podem levá-los aos grandes resultados neste que é um dos principais torneios da categoria.

Países classificados para a Copa Davis 2020

Entre os países que garantiram a sua vaga para a fase classificatória são:

  • Croácia x Índia/Paquistão;
  • Bélgica x Hungria;
  • Argentina x Colômbia;
  • Estados Unidos x Uzbequistão;
  • Austrália x Brasil;
  • Itália x Coréia do Sul;
  • Alemanha x Belarus;
  • Cazaquistão x Holanda;
  • República Tcheca x Eslováquia;
  • Áustria x Uruguai;
  • Japão x Equador;
  • Suécia x Chile.

Lembrando que todos os jogos desta fase serão disputados nos dias 06 e 07 de março.

Diversas mudanças para o próximo ano

Em 202 a Federação Internacional de Tênis, quer que a Copa Davis sofra algumas mudanças bem significativas. Uma delas é a criação do Grupo Mundial 1 e Grupo Mundial 2. Esses grupos devem funcionar como subdivisões para os países que já fazem parte das regionais I e II tradicionais no torneio.

A mudança também está ligada a estrutura. Foram 24 países que disputaram as finais em Madri, onde os 18 times de convidados e de melhor desempenho do ano anterior, no caso 2019, devem disputar a classificatória em sete dias de competição.

Então os 12 perdedores vão para o Grupo Mundial I com 24 países, onde devem disputar um confronto de 2 dias, sendo um em casa e o outro fora. Quem vencer vai para a classificatória do ano seguinte. Já os outros 12 perdedores devem jogar playoffs para que possam se manter no Grupo Mundial I logo no início de 2021.

Esse mesmo esquema deve acontecer para o Grupo Mundial II, onde os playoffs devem ocorrer em março, se classificando para setembro, onde podem conseguir o acesso ao Grupo Mundial I em 2021.

As opções regionais passam a valer apenas para países que atuam nas divisões III e IV da Copa Davis.

Curiosidade histórica

A primeira edição da Copa Davis foi em 1900, onde quatro alunos da Universidade de Harvard, tiveram a ideia de realizar um desafio aos britânicos que eram os atuais campeões do mundo no tênis.

Estes alunos e os britânicos se enfrentaram em uma partida no Longwood Cricket localizado em Boston nos Estados Unidos.

Desde então o torneio foi se moldando, chegando a praticamente todas as nações do mundo.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top